Concelho de Coruche


Concelho de Coruche 3d
Brasão de Coruche

Informações

Área: ‎1 115,72 km²

População: 19 944 (2011)

Foral: 26 de Maio de 1182 (D. Afonso Henriques)

O concelho de Coruche é um dos maiores municípios de Portugal, com 1 115,72 km² de área mas apenas 19 944 habitantes (2011), subdividido em 6 freguesias. O município é limitado a norte pelos municípios de Almeirim e Chamusca, a nordeste por Ponte de Sor, a leste por Mora, a sueste por Arraiolos, a sul por Montemor-o-Novo e pela fracção secundária do Montijo, a oeste por Benavente e a noroeste por Salvaterra de Magos.

A presença humana ao longo de todo o vale do rio Sorraia está testemunhada pelos inúmeros vestígios arqueológicos que, dados os recursos naturais disponíveis, confirmam a fixação humana de forma continuada desde o Paleolítico.

Datável entre o 5.º e o 3,º milénios a.C., o conjunto megalítico de Coruche, localizado no extremo sudeste do concelho, é composto por cerca de três dezenas de monumentos, intervencionados na década de 30 do século XX pelo Professor Manuel Heleno, à data director do Museu Nacional de Arqueologia. Associado às antas ou dólmenes, antelas e cistas foram encontrados inúmeros objectos, directamente relacionados com o culto funerário do período Calcolítico.

Igualmente os romanos deixaram marcas no vale do Sorraia, sugerindo um povoamento concentrado junto ao rio e uma ocupação rural intensa entre os séculos I e V. Uma vez mais o rio Sorraia assume uma importância primaz como via de comunicação por excelência, permitindo o escoamento e recepção de mercadorias de vários pontos do Império.

No período de domínio islâmico, Coruche, dada a sua posição geográfica, assume uma importância estratégica entre as cidades de Xantarîn (Santarém) e Yâbura (Évora), daí a construção de uma fortificação que, posteriormente, durante o processo da Reconquista teve um papel de grande relevo.

D. Afonso Henriques chega a Coruche em 1166, sendo que entrega a manutenção deste espaço, em 1176, à Ordem militar dos freires de Évora ou Ordem militar de S. Bento. O primeiro foral da vila de Coruche foi outorgado por D. Afonso Henriques em 26 de Maio de 1182, segundo o modelo do foral de Évora, confirmado por D. Sancho I, em 1189, e por D. Afonso II, em 1218, mantendo-se até D. Manuel, quando este, no século XVI, procede à reforma dos forais.

Contactos da Câmara Municipal


Praça da Liberdade 50
2100-167 Coruche

243 610 200
243 610 201

 

0

Freguesias

0

Km2 / Área

0

Habitantes


brasão da freguesia do biscainho
brasão da freguesia da branca
brasão da freguesia do couço
brasao da freguesia de santana do mato
brasão da freguesia de são José da Lamarosa
brasão da união de freguesias de coruche, fajarda e erra
Este artigo utiliza material do artigo da Wikipedia "Coruche", que é disponibilizado sob a licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0).
Ir para o Topo

Este website utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao utilizar o website está a consentir o uso de cookies.

Privacy Settings saved!
Configurações de Privacidade

When you visit any web site, it may store or retrieve information on your browser, mostly in the form of cookies. Control your personal Cookie Services here.

These cookies are necessary for the website to function and cannot be switched off in our systems.

Por forma a poder utilizar este website, as seguintes cookies são necessárias.
  • wordpress_test_cookie
  • wordpress_logged_in_
  • wordpress_sec

Decline all Services
Accept all Services